Xeque-Mate

Nota: 8/10
Slevin Kelevra (Josh Hartnett) é um cara meio sem sorte. Perdeu o emprego, o prédio onde mora foi condenado, sua carteira de identidade foi roubada, e recentemente descobriu que a sua namorada o está traindo.
Paralelo a isso, um plano está sendo tramado no submundo do crime de Nova York. O "Rabino" (Ben Kingsley), que é um dos líderes do tráfico da grande metrópole matou o filho do "Chefe" (Morgan Freeman), seu arqui-inimigo. Querendo retaliação, o Chefe contrata Goodkat (Bruce Willis) para procurar por um apostador que lhe deva dinheiro o bastante a ponto de aceitar a loucura de matar o filho do Rabino para sanar a dívida.
É aí que Slevin entra novamente. O rapaz consegue um apartamento emprestado através de um amigo, Nick Fisher. Mas mal sabia ele que seu amigo Nick é um cara que deve muita grana ao Chefe, e, ao ser confundido com ele, vai entrar numa tremenda enrascada.
Xeque-Mate é um filme com muitos personagens, muita história, e que não perde tempo em contar de modo frenético a trama bem arquitetada e tranquilamente conduzida por McGuigan e pelo elenco de primeira do filme, que ainda conta Lucy Liu. Ao lado de A Grande Ilusão, é uma das minhas reuniões de grandes atores prediletas.
Um dos melhores do gênero do crime na minha opinião, um dos meus favoritos, trilha sonora fora de série, e final surpreendente.

"Lucky Number Slevin", Alemanha, EUA, 2006, 1h50m.
Dirigido por Paul McGuigan, com Josh HartnettBen Kingsley e Morgan Freeman.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bastardos Inglórios

Senna

Como Treinar o Seu Dragão 3