Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

A Casa

Imagem
Nota: 6,8/10 Javier Muñoz (Javier Gutiérrez) é um experiente publicitário que mora num belíssimo apartamento, possui uma BMW na garagem, é casado com Marga (Ruth Díaz) e tem um filho adolescente, Dani (Cristian Muñoz). Mas a vida da família está passando por uma séria turbulência, pois Javier está desempregado e, apesar de inúmeras tentativas, não consegue arrumar um novo emprego. Eles se mudam para um bairro periférico, sua esposa começa a trabalhar com faxinas para trazer comida à mesa, e ela ainda sugere que vendam o carro para ajudá-los a levantar mais dinheiro. Mas Javier resiste tanto a venda do automóvel, por alegar que não terá como ir as entrevistas de emprego, como ao fato da esposa se submeter a um trabalho tão humilhante. E a perda de status social vai se tornando cada vez mais frustrante para um homem que já teve tanto. Num impulso doentio, Javier passa a espionar a nova família que alugou o apartamento em que vivia. Possuindo uma chave do local que não foi devolvida, el

Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica

Imagem
Nota: 8/10 Admito que parecia só mais um filminho qualquer, e não esperava muita coisa ao assisti-lo. Mas foi uma grata surpresa! É uma animação emocionante e, sobretudo, mágica. A história começa com alguém nos relatando que o mundo já foi cheio de magia e poderes sobrenaturais, mas o tempo fez com que os homens inventassem muitas coisas e que ninguém acreditasse mais em mágica. Mesmo sem haver mais feitiçaria, o mundo ainda é composto por todos os seres mitológicos: unicórnios, centauros, elfos, fadas, e etc... Todos eles levando uma vida normal. Mas tudo muda quando Ian Lightfoot (Tom Holland) completa 16 anos e sua mãe (Julia Louis-Dreyfus) lhe mostra um presente que seu falecido pai gostaria que fosse entregue a ele quando completasse esta idade: um cajado pertencente a uma criatura com poderes mágicos. Isso leva o irmão de Ian, Barley (Christ Pratt), a acreditar que seu pai era um feitiçeiro. Como Barley é um expert em assuntos mágicos e Ian nunca pôde conhecer o pai, o gar

Até o Último Homem

Imagem
Nota: 8,2/10 Numa das obras mais marcantes de Mel Gibson e numa entrega admirável de Andrew Garfield, conhecemos a história real de Desmond Doss (Garfield), um rapaz americano que sonhava em ajudar o seu país de alguma maneira durante a Segunda Guerra Mundial. Desmond então se alista para ser médico do exército, mesmo sem possuir experiência para tal. Mas o que mais choca seus comandantes não é nem isso: é o fato de Desmond se negar a pegar numa arma, devido a uma meta pessoal que possui de nunca tirar uma vida humana. Receosos de que o rapaz não irá durar um mísero dia no campo de batalha, começam a submetê-lo ao duro treinamento do Sargento Howell (Vince Vaughn), a fim de que ele desista antes mesmo de ir para a guerra. Mas a determinação de Doss em ser alguém importante para seus companheiros superará todas as adversidades imagináveis. O filho de Desmond Doss assistiu nos cinemas e se emocionou com a fidelidade com que seu pai foi retratado em tela. Outras atuações que foram mu

O Outro Lado do Céu

Imagem
Nota: 7,5/10 Nesta emocionante produção da Disney, conhecemos a história real de um jovem fazendeiro chamado John Groberg (Christopher Gorham), que é chamado a servir servir como missionário pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, nas longínquas ilhas de Tonga. Deixando toda a sua família e também sua noiva (Anne Hathaway) em sua terra natal, John parte para cumprir a desafiadora meta de ajudar no crescimento e no treinamento local a respeito do Evangelho. Ao longo dos 3 anos que passa numa cultura totalmente diferente da sua, John relata todos os momentos que vivencia em cartas endereçadas a sua noiva, desde suas desventuras e dificuldades, até seu amadurecimento e alegrias. Filme para se assistir com toda a família, divertido e emocionante! Sem contar que é baseado numa história real. "The Other Side of Heaven", 2001, 1h53m. Dirigido por Mitch Davis, com Anne Hathaway, Christopher Gorham e Joe Folau.

Anjos da Lei 2

Imagem
Nota: 7,5/10 Depois de terem se infiltrado no ensino médio para combater uma nova droga, os policiais Jenko (Channing Tatum) e Schmidt (Jonah Hill) são reunidos novamente, desta vez infiltrados numa faculdade. Mesmo sendo orientados para nunca se envolverem com ninguém pois isso pode comprometer seu disfarce, Schmidt acaba se apaixonando por uma garota, o que atrapalha o trabalho dos dois policiais. Mas entre desentendimentos e desavenças, eles precisam se concentrar e desmascarar logo os criminosos que foram encontrar, antes que seja tarde demais... Anjos da Lei 2 é um filme de comédia bem divertido e irreverente, onde você chora de rir com esta dupla atrapalhada, que só sabe se meter em confusão. "22 Jump Street", 2014, 1h52m. Dirigido por Phil Lord e Christopher Miller, com Channing Tatum, Jonah Hill e Ice Cube. 

Watchmen - O Filme

Imagem
Nota: 8/10 Para muitos, a emblemática adaptação de  Watchmen, da DC , é a melhor adaptação do mundo dos quadrinhos já feita. É, de fato, acima da média. História muito bem-contada, acabamentos visuais de tirar o fôlego, e construção impressionante de personagens. Você realmente se identifica com quem está na tela. E a identificação é ainda maior pois estamos vendo heróis mais humanizados. Eles já são mais velhos. Vivem como pessoas normais. Isso tudo confere a oportunidade de um bom espaço em tela para os heróis terem sua história contada. Zack Snyder (de 300 ) só ganhou ainda mais respeito e admiradores depois deste trabalho. Ele não tem pressa em desenrolar a trama, que começa lenta e de forma meticulosa vai se tornando ainda mais enigmática, o que culminou num excesso de fidelidade aos quadrinhos não muito normal nas adaptações de HQ's para as telonas. O ano é 1985, e devido a uma lei americana que proibia a atividade de mascarados no combate ao crime, vários super-heróis

O Estrangeiro

Imagem
Nota: 7,4/10 O Estrangeiro  apresenta Jackie Chan como você nunca viu. Estamos acostumados a acompanhá-lo apenas em filmes cheios de pancadaria e com doses cavalares de comédia; mas aqui presenciamos o talento do respeitado ator que já ganhou um Oscar honorário por sua representatividade no cinema, estrelando um suspense dramático fascinante. Quan (Jackie Chan) é um humilde trabalhador de origem asiática que reside em Londres com sua filha, Fan (Katie Leung). Quando a jovem é brutalmente assassinada durante um atentado terrorista na capital britânica, Quan perde a última coisa que ainda tinha nesta Terra. Inconformado, ele decide ir até as últimas consequências para descobrir quem está por trás do atentado, envolvendo inclusive o governo inglês em sua busca desenfreada, para que ajudem-no a identificar as identidades dos terroristas. Martin Campbell, de 007 - Casino Royale , é muito habilidoso em conduzir um bom filme de ação. E aqui ele não faz feio, mais uma vez. Não pense que o

(Des)Encontro Perfeito

Imagem
Nota: 6/10 Nancy (Lake Bell) é uma mulher de 34 anos bem-sucedida em seu trabalho, mas sem sucesso no amor. Um dia, Jack (Simon Pegg) que tinha um encontro às cegas em determinado local confunde Nancy com a mulher que realmente deveria se encontrar. Lembrando da pressão de sua irmã (Sharon Horgan) para que ela dê novas chances para o amor, Nancy decide se passar pela pessoa que Jack iria conhecer, e eles acabam vivendo momentos maravilhosos juntos, percebendo que de fato combinam um com o outro. Mas o problema é que mentira tem perna curta, uma hora Jack irá descobrir, e ela não faz ideia de qual pode ser a reação de Jack ao saber que está sendo enganado... Está comédia romântica britânica reserva boas risadas! Simon Pegg está hilário como sempre, ela é bem divertida e descontraída... "Man Up", 2015, 1h28m. Dirigido por Ben Palmer, com Lake Bell, Simong Pegg e Rory Kinear.

Invasão Zumbi

Imagem
Nota: 7,5/10 Seok-woo (Yoo Gong) é um homem de negócios que tenta equilibrar a vida corrida com um contato maior com sua filha pequena, que não vive com ele. Ele pega o último trem para Busan a fim de levar a garota até a casa de sua mãe, mas uma pandemia tem se disseminado em toda a Coréia do Sul: um vírus que está transformando as pessoas em mortos-vivos, e os tripulantes do trem terão que lutar por suas próprias vidas. Invasão Zumbi é um exemplar coreano de filmes de zumbi, que venceu vários prêmios cinematográficos na Ásia e o redor do globo. A qualidade técnica do novato diretor Sang-ho Yeon (seus primeiros longas foram animações) se mostra evidente, enquanto transita por diferentes gêneros e homenageia clássicos como Terra dos Mortos  e o próprio O Hospedeiro , filme de monstro de Bong Joon-ho, deixando no chinelo filmes como Resident Evil e Guerra Mundial Z , que não tem metade da tensão que é encontrada neste. "Train to Busan", 1h58m. Dirigido por Sang-ho Yeon, c

O Poderoso Chefinho

Imagem
Nota: 7,5/10 A família Templeton acaba de receber um novo integrante: um adorável bebezinho. Tim (Miles Bakshi), seu irmão mais velho, suspeita do bebê desde o princípio, mas se surpreende quando ele começa a falar mesmo tendo acabado de nascer, e ainda se não bastasse alega ser de uma companhia secreta que está tentando impedir uma ardilosa organização, que pode arruinar o destino dos bebês para sempre. Tim terá então que ajudar o seu irmãozinho numa missão pra lá de estranha e viver altas aventuras... O Poderoso Chefinho já teve a vantagem nacional de receber um nome que remete ao sucesso  O Poderoso Chefão , o que já garante boas risadas. Mas a animação da Dreamworks não se aproveita só de um bom título; é mesmo muito engraçada e divertida, e para ser assistida pela família inteira! "The Boss Baby", 2017, 1h37m. Dirigido por Tom McGrath, com Alec Baldwin, Steve Buscemi e Jimmy Kimmel.

I Am Mother

Imagem
Nota: 7,5/10 Num futuro não tão distante, a população mundial foi extinta e uma garota (Clara Rugaard) vive sozinha junto com um robô (voz de Rose Byrne) ao qual chama de "Mãe", numa unidade de povoamento repleta de embriões artificiais. O robô ensina tudo o que a menina sabe: desde conhecimentos básicos como cálculos matemáticos, a conhecimentos mais avançados como noções de medicina e práticas cirúrgicas; além disso, explica que a jovem será responsável por ajudar a repovoar o planeta. Sua existência é muito restrita dentro deste complexo onde vive apenas com uma máquina, até que surge uma misteriosa mulher (Hilary Swank) que fala que a garota não deve confiar no robô, e que deve fugir com ela daquele local. I Am Mother  é um ótimo filme de ficção científica cheio de simbolismos, que nos leva a refletir profundamente sobre a figura da maternidade e sobre nossa liberdade de escolha nesta Terra. Boa opção entre os filmes produzidos pela Netflix. Idem, 2019, 1h53m. Dir

Homem ao Mar

Imagem
Nota: 7/10 Leonardo Montenegro (Eugenio Derbez, sempre muito carismático) é um milionário mimado e sem noção que é o próximo na linha de sucessão da indústria de cimentos da família, uma companhia que é um verdadeiro império. Já Kate Sullivan (Anna Faris) é uma moça que luta para sustentar sozinha seus 3 filhos e que foi injustamente demitida da fábrica de cimentos pelo próprio Leonardo. Mas a sorte da moça começa a mudar quando Leonardo é encontrado no mar, sem memória, e é levado a um pequeno hospital local. Sem documentos e sem saber quem ele realmente é, Kate se aproveita da situação e é a primeira a chegar ao local, alegando que o homem é seu marido. Como uma forma de vingança, Kate fará o egoísta Leonardo trabalhar pelo menos uma vez na vida... Mas a perda de memória e a nova forma de vida faz com que o ricaço que agora é pai de família não seja mais o completo idiota que costumava ser. Um filme bem divertido, vale a pena ver! "Overboard", 2018, 1h52m. Dirigido

12 Homens e uma Sentença

Imagem
Nota: 8/10 Um rapaz de 18 anos é acusado de assassinar seu próprio pai a sangue frio. Um júri composto por 12 homens é responsável por decretar a sentença do garoto, e é mandatório que os votos sejam unânimes para que o juiz remate a decisão: se declararem que o menino é culpado, será condenado a morte na cadeira elétrica. Se declararem que é inocente, será solto. Os homens se reúnem numa sala abafada para definir o destino do rapaz. Como tudo parecia muito simples e os fatos se mostravam demasiadamente claros, todos votam que o jovem é culpado, com exceção de Davis (Henry Fonda), que acha que devem apurar melhor alguns detalhes antes de declararem a sentença. Agora, Davis terá que enfrentar todas as outras 11 opiniões divergentes da sua enquanto tenta lapidar melhor as acusações das supostas testemunhas do crime, com a finalidade de tentar provar que pode estar certo. 12 Homens e uma Sentença é um filme muito interessante e bem elaborado que contém um cenário só: enquanto os ju

Monster - Desejo Assassino

Imagem
Nota: 8/10 Neste filme que consagrou a excelente sul-africana Charlize Theron com o Oscar de melhor atriz, conhecemos a história real de Aileen Wuornos (Theron), uma prostituta que estava prestes a tirar a própria vida quando conheceu Selby (Christina Ricci, que também está muito bem no papel), uma moça com quem se apaixona, e que acaba por salvar sua vida. Numa noite, Aileen fazia seus programas rotineiros com planos de juntar dinheiro para levar Selby num local aconchegante, quando foi estuprada por um cliente e acabou tirando-lhe a vida. No entanto, o que foi legítima defesa na primeira vez começa a se tornar um impulso frenético e uma válvula de escape para todo o sofrimento que a mulher já vivenciou. Agora ao lado de Selby, Aileen precisa de mais e mais dinheiro para bancar a nova vida, e encontrou a forma perfeita de consegui-lo. Conforme os assassinatos começam a aumentar, a polícia tenta traçar um perfil do serial-killer que têm feito várias vítimas do sexo masculino na F

Refém da Paixão

Imagem
Nota: 7,5/10 Adele (Kate Winslet) é uma mãe solteira deprimida que passa a vida quase sempre reclusa. Num feriado do dia do trabalho, enquanto fazia compras com seu filho, ela é abordada por Frank (Josh Brolin), um fugitivo da polícia. Frank os leva como reféns para se esconder na casa de Adele enquanto é procurado. Mas o homem começa a se mostrar educado e atencioso demais, e um inevitável romance começa a desabrochar. Este filme é muito bom! Vale a pena! A escolha dos atores por si só já foi interessante (porque claramente Josh Brolin e Kate Winslet não combinam, talvez tenha sido intencional), e o diretor Jason Reitman (dos premiados  Amor Sem Escalas e Juno ) prova, mais uma vez, sua habilidade inata em contar histórias. "Labor Day", 2013, 1h51m. Dirigido por Jason Reitman, com Kate Winslet, Josh Brolin e Tobey Maguire.

Eu Só Posso Imaginar

Imagem
Nota: 8/10 O jovem Bart Millard (Brody Rose) sofre abusos verbais e psicológicos de seu pai (Dennis Quaid), um homem alcoólatra e violento. Isso fez com que sua mãe fugisse de casa para nunca mais voltar, o que transformou a vida ao lado do pai num inferno ainda maior. Quando cresce, Bart resolve sair de casa e estudar fora, enquanto começa uma banda junto com alguns amigos para expressar sua paixão pela música. Mas por mais que o rapaz continue tocando a vida, sempre há uma pedra em seu sapato, pois o relacionamento problemático com o pai e o fato de nunca tê-lo perdoado pelo que fez no passado o atormentam constantemente. Eu Só Posso Imaginar é a emocionante história por trás de uma canção que fez um sucesso estrondoso nas rádios americanas e inspirou milhões de pessoas, se tornando o maior sucesso da banda MercyMe. Mesmo sendo gospel, um estilo geralmente não tão bem-sucedido quando comparado com outros gêneros musicais, atingiu níveis impressionantes em seu alcance. Filme ca

Jojo Rabbit

Imagem
Nota: 9/10 O neozelandês Taika Waititi é um dos diretores mais respeitados da atualidade, e não por acaso. Em Jojo Rabbit, ele aborda um tema horrendo como o nazismo através da ótica inocente de uma criança. Genial. Falar da Juventude Hitlerista de forma satírica, retratando o preconceito da época sob uma visão aparentemente fascista, é como pisar em ovos. Mas o talentoso Waititi tira de letra. Além disso, o diretor também interpreta Adolf Hitler no longa, de maneira muito extravagante e cheia de trejeitos. O vencedor do Oscar de melhor roteiro adaptado nos apresenta Johannes "Jojo" Betzler (Roman Griffin Davis), um garoto alemão de 10 anos que sonha em um dia entrar para a guarda pessoal de Hitler. Sendo um super fã do ditador, ele se alista com alegria no exército do Partido Nazista juntamente com várias outras crianças, e começa a dar os primeiros passos para aprender como irá alcançar sua meta. O problema é que durante o treinamento ele sofre um terrível acidente,

Ben-Hur

Imagem
Nota: 6,5/10 Contemporâneo de Jesus Cristo (Rodrigo Santoro), Judah Ben-Hur (Jack Huston) pertence a classe nobre da população, sendo um militar respeitado no exército romano. Quando é acusado de trair a nação por seu meio-irmão Messala (Toby Kebbell), Judah perde seu cargo e é vendido como escravo. Enquanto luta por sua sobrevivência conforme lhe são impostos duros fardos, Judah começa a maquinar como conseguirá retornar para casa e se vingar de seu irmão de criação. Ainda não conferi o Ben-Hur original de 1959, vencedor de 11 Oscar e que é respeitado até hoje, mas garanto que este de 2016 também é bom entretenimento. Jack Huston que interpreta Ben-Hur tem o melhor papel de sua carreira; e Rodrigo Santoro, apesar do pouco tempo de cena, também vive Jesus de maneira bem convincente, inserindo uma carga sentimental de forma competente ao filme. Idem, 2h3m, dirigido por Timur Bekmanbetov, com Jack Huston, Morgan Freeman e Rodrigo Santoro.

Viva: A Vida é uma Festa

Imagem
Nota: 9/10 O grande vencedor do Oscar de melhor animação de 2018 é imperdível! A Disney caprichou neste conto mexicano cheio de emoção, que mostra ao mundo como o povo do México homenageia seus antepassados numa tradição muito especial. Miguel (Anthony Gonzales) tem uma vocação para a música: seu sonho é se tornar um grande cantor como Ernesto de La Cruz (Benjamin Bratt), seu maior ídolo, um icônico artista que morreu num trágico acidente. Na noite de finados, que os mexicanos tradicionalmente comemoram como o "Día de los Muertos", um misterioso fenômeno faz com que Miguel passe para o outro lado do véu, e entre na Terra dos Mortos. Enquanto seus familiares tentam saber qual é seu paradeiro, ele irá descobrir que seu bisavô era um lendário cantor, e que o sangue de músico corre em suas veias. Chorei que nem criança. Lindo filme, pra se ver e rever! Ensina sobre os laços familiares, e que eles não se desfazem na morte; e também que a família é tudo em nossas vidas. B

Kubo e as Cordas Mágicas

Imagem
Nota: 9/10 Kubo e as Cordas Mágicas passeia pela rica cultura japonesa e nos brinda com um conto magnífico cheio de suspense e aventura, e edificado sobre os princípios do amor, da cumplicidade e da lealdade. Nesta excelente animação em stop-motion narra-se a trajetória de Kubo (Art Parkinson), um jovem esperto que ganha a vida tocando seu banjo e contando histórias na pequena cidadela onde vive, o que lhe garante uns bons trocados. O menino não faz ideia do que lhe aconteceu, mas ele possui apenas um olho; mas isso não é nenhum problema para o garoto, que vive uma vida extremamente normal e esbanja felicidade. Kubo também perdeu o pai ainda bebê, e a única informação que tem sobre ele é que era um bravo guerreiro. Ele mora sozinho com sua mãe (Charlize Theron), que está gravemente debilitada devido a uma doença, então ele cuida dela e provê o sustento do lar. A única súplica que a mãe faz todas as vezes que o menino se ausenta, é: "retorne sempre antes do cair do sol".

A Caça

Imagem
Nota: 9/10 Lucas (Mads Mikkelsen, o vilão de 007 - Casino Royale em brilhante atuação) é um professor de ensino médio de 42 anos que perdeu o emprego e começou a dar aulas no jardim de infância da pequena cidade onde vive. Além disso ele passa por um divórcio e tenta conseguir a guarda do filho, Marcus (Lasse Fogelstron). Nas horas vagas, Lucas se reúne entre amigos e participa do grupo de caça da comunidade, uma tradição local. Ele é muito querido pelos cidadãos e pelas crianças, sendo uma figura respeitada no lugar. Mas as coisas se complicam quando Lucas é acusado de molestar uma menina de 5 anos, o que o faz passar de sujeito bem-visto a monstro. Longa dinamarquês simplesmente incrível. Mads Mikkelsen ganhou o prêmio de melhor ator por sua atuação no Festival de Cannes merecidamente ao criar um personagem humilde e de poucas palavras, transportando uma carga inegável de aflição ao espectador pelo que lhe é imposto em cena. O diretor Thomas Vinterberg faz aqui o melhor filme de

Star Wars - A Ascensão Skywalker

Imagem
Nota: 7,5/10 Por mais que não tenha conquistado o mesmo mérito que o Episódio 8   por sua falta de ambição, A Ascensão Skywalker não deixa de ser um bom filme e de encerrar bem a nova trilogia. Sei que os fãs de carteirinha da série original de George Lucas massacraram Os Últimos Jedi de Rian Johnson, justamente pela sua coragem em fazer algo que ninguém estava esperando, e por não renunciar a criatividade artística para poder repetir e homenagear os filmes anteriores. J. J. Abrams, apesar de muito talentoso, não compartilha da mesma visão, e inclusive criticou muitas das atitudes de roteiro de Rian. Desavenças a parte, temos aqui um filme não tão autêntico, que ainda assim é um desfecho emocionante para a série, abrindo espaço para que outros personagens além de Kylo (Adam Driver) e Rey (Daisy Ridley) possam brilhar. (O Poe de Oscar Isaac e o Finn de John Boyega se destacam). Kylo Ren (Adam Driver) assume de vez o manto que outrora foi de Darth Vader, e aceita seu destino de li

Jogo Perigoso

Imagem
Nota: 7,5/10 Tentando apimentar a relação, Gerald (Bruce Greenwood) leva a esposa (Carla Gugino) para passar um final de semana numa casa de campo, num local remoto. Mas o que parecia uma chance de salvar o casamento se transforma num pesadelo, pois Gerald algema sua mulher a cama e morre momentos depois, de ataque cardíaco. Agora a mulher está sozinha num local isolado, há quilômetros de distância da cidade. Enquanto tenta sobreviver e arrumar uma maneira de se libertar, ela começa a lembrar de traumas que sofreu em sua infância, que acabaram por refletir em muitas das atitudes que tomou em sua vida. Imperdível. Mike Flanagan, da elogiada série da Netflix  A Maldição da Residência Hill  e do filme Hush - A Morte Ouve , entrega aqui uma importante e reflexiva adaptação da obra homônima de Stephen King: Gerald's Game (O Jogo de Gerald , em tradução livre). "Gerald's Game", 2017, 1h43m. Dirigido por Mike Flanagan ( Hush - A Morte Ouve ), com Carla Gugino, Bruce G

A Chegada

Imagem
Nota: 8,5/10 Nesta obra-prima de Dennis Villeneuve conhecemos Louise Banks (Amy Adams), uma linguista que é convocada com a missão de, juntamente a uma equipe de militares, decodificar a linguagem de alienígenas que caíram na Terra. Doze naves extraterrestres se alojaram em pontos diferentes do planeta, e a equipe especial precisa descobrir o que os extraterrestres querem aqui, antes que seja tarde demais. Baseado no livro "The Story of Your Life" de Ted Chiang, esta obra transita entre o mistério e o drama de sua personagem principal para nos brindar com um dos melhores filmes de ficção científica já realizados. Villeneuve, que antes de A Chegada nunca havia se aventurado no sci-fi (depois dirigiu Blade Runner 2049 , seu filme mais caro e inexplicavelmente um grande fracasso de bilheteria), deixa aqui seu maior tributo ao gênero. "Arrival", 2016, 1h56m. Dirigido por Dennis Villeneuve, com Amy Adams, Jeremy Renner e Forest Whitaker.

O Hóspede

Imagem
Nota: 7,5/10 David (Dan Stevens) é um soldado americano que decide visitar a família Peterson, que perdeu recentemente o filho mais velho no Afeganistão. Clamando ser amigo do rapaz e alegando ter algumas últimas mensagens que ele queria transmitir, David logo é convidado por Laura Peterson (Sheila Kelley), a mãe, a ficar com eles por um tempo, pois não possui familiares próximos e nem muitos planos do que irá fazer a seguir. O marido de Laura (Leland Orser) e sua filha (Maika Monroe) torcem o nariz para a ideia, enquanto que o filho caçula não demonstra nenhuma reação. No entanto, conforme os dias passam em sua estadia, David começa a conquistar a confiança de cada um dos membros da família com métodos sutis. Mas o que a família Peterson não imagina é que ele esconde um terrível segredo. O Hóspede é um filme interessante. Homenageia clássicos do suspense e do terror, passeia pela comédia e remata na ação, enquanto acrescenta uma trilha sonora pop oriunda dos anos 80 a sua projeção