12 Homens e uma Sentença


Image result for 12 angry men movie poster
Nota: 8/10
Um rapaz de 18 anos é acusado de assassinar seu próprio pai a sangue frio. Um júri composto por 12 homens é responsável por decretar a sentença do garoto, e é mandatório que os votos sejam unânimes para que o juiz remate a decisão: se declararem que o menino é culpado, será condenado a morte na cadeira elétrica. Se declararem que é inocente, será solto.
Os homens se reúnem numa sala abafada para definir o destino do rapaz. Como tudo parecia muito simples e os fatos se mostravam demasiadamente claros, todos votam que o jovem é culpado, com exceção de Davis (Henry Fonda), que acha que devem apurar melhor alguns detalhes antes de declararem a sentença.
Agora, Davis terá que enfrentar todas as outras 11 opiniões divergentes da sua enquanto tenta lapidar melhor as acusações das supostas testemunhas do crime, com a finalidade de tentar provar que pode estar certo.
12 Homens e uma Sentença é um filme muito interessante e bem elaborado que contém um cenário só: enquanto os jurados se sentam ao redor de uma mesa comprida e começam a arrazoar sobre o futuro do garoto que está sendo julgado, a maioria deles presume que o debate irá durar uns poucos minutos, e todos poderão ir embora para suas casas tranquilamente, e deitar a cabeça no travesseiro com a consciência em paz, sabendo que ajudaram a fazer "justiça". Mas quando a deliberação começa a se prolongar, um incômodo estresse por estarem numa sala sem ventilação decidindo algo que aparentemente não irá mudar suas vidas, começa a causar uma estranha tensão. Excelente filme, para ser analisado especialmente por aqueles que trabalham com profissões que exijam a qualidade da persuasão, como advogados e vendedores.

12 Angry Men, 1957, 1h36m. Dirigido por Sidney Lumet, com Henry Fonda, Lee J. Cobb e Martin Balsam.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bastardos Inglórios

Senna

Como Treinar o Seu Dragão 3