Judas e o Messias Negro

Image result for judas and the black messiah movie poster
Nota: 8,2/10
Alguém dê um Oscar para Daniel Kaluuya! A genuína interpretação feita pelo ator do ativista afro-americano Fred Hampton é impressioante. Corra! já deveria tê-lo coroado com o Oscar em minha opinião, mas o filme foi lançado no mesmo ano em que o camaleão Gary Oldman, que injustamente nunca havia ganho um Oscar, concorreu com O Destino de Uma Nação. Aí não tinha como. Sei que este ano também será complicado e ele provavelmente não irá ganhar; é provável que até fique de fora da disputa (temos as atuações de Anthony Hopkins, Delroy Lindo, Riz Ahmed, Steven Yeun, e do finado Chadwick Boseman no páreo), mas só posso dizer que este ator britânico vem acumulando atuações memoráveis em sua carreira. 
Na trama, Kalluya vive Fred Hampton, um jovem ativista e presidente da filial de Illinois do partido dos Panteras Negras, um grupo que busca lutar contra o racismo. Com Hampton como líder, eles começam a incitar o povo a lutar por seus direitos e buscar uma revolução, o que preocupa as autoridades, que querem calar sua voz. É aí que entra Bill O'Neal (LaKeith Stanfield), um homem negro que seria preso por um delito, mas é persuadido a se infiltrar nos Panteras para limpar seu nome, e chega a ponto de conquistar a confiança de Hampton e se tornar um de seus braços direitos.

Judas and the Black Messiah, 2021, 2h06m. Dirigido por Daniel Kaluuya, LaKeith Stanfield e Jesse Plemons.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ghost - Do Outro Lado da Vida

Correndo Contra o Tempo

Com Amor, Simon